O ISBE

Instituto Sueco-Brasileiro de EC e DS

O Instituto Sueco-Brasileiro de Economia Circular e Desenvolvimento Sustentável está no Brasil para conectar empresas públicas e privadas aos benefícios da cooperação bilateral entre Suécia e Brasil no tema: redução de geração de resíduos – ODS 12

Saiba mais sobre o ISBE

O QUE É O ISBE – uma associação civil sem fins lucrativos que facilita a transição para brasileira para a Economia Circular e Desenvolvimento Susentável conectando entes públicos e privados através de programas de ação dirigidos à redução da geração de resíduos e para o aproveitamento de recursos.

MODELO – acordos voluntários – plataformas colaborativas entre as cadeias que geram as principais frações de resíduos: alimentos, têxteis, embalagens, eletroeletrônicos e de construão civil. As ações têm suporte técnico de agentes de pesquisa e inovação suecos e brasileiros. A primeira fração de resíduos a ganhar um plano de ação foi a de alimentos através do Programa Clube ISBE.

Para compreender melhor o que é o modelo separamos 04 leituras interessantes logo abaixo (em Inglês): 03 sobre o modelo e sua repercussão e o plano da Suécia com base no desenvolvimento do acordo voluntário deles.

OS PILARES DE AÇÃO:

SABER – O QUE ESTAMOS DESCARTANDO NO BRASIL

PRÁXIS – ATIVAR NOVAS PRÁTICAS PARA REDUÇÃO DO DESPERDÍCIO

LEGADO – SIGNIFICAR NOVAS PROPOSTAS DE CONSUMO

COMUNICAÇÃO CORPORATIVA – QUEM FAZ E QUER FAZER A DIFERENÇA

RESUMO DAS NOSSAS PROPOSTAS

QUEM FALA POR NÓS

Presidente e Associada Fundadora:

Kelly Dalben – Ela é Mestranda em Comunicação e Práticas de Consumo pela ESPM/ IELUSC (2021), pós-graduada em Projetos Sustentáveis e Mercado do Carbono pela UFPR (2017), presidente do ISBE – Instituto Sueco-Brasileiro de Economia Circular e Desenvolvimento Sustentável, gerente de projetos internacionais, participante ativa de agendas nacionais e internacionais sobre mudanças climáticas, economia circular e consumo sustentável desde 2015. Atua facilitando discussões sobre o consumo sustentável, com o olhar focado para a não geração de resíduos. Suas alianças são com países latinos, norte europeus e norte-americanos, mais intensamente com os nórdicos. Seu papel é promover políticas públicas e privadas de transição para a Economia Circular e para isso ela organiza missões, capacitações e fóruns de discussão com diversos institutos de pesquisa, entes governamentais, agentes privados e associações civis

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: